As tecnologias que fazem parte do novo normal.

O ano de 2020 com toda certeza, vai ficar na história do mundo por muitos e muitos anos. Fomos impactados inesperadamente por uma surpresa chamada coronavírus, que trouxe uma mudança inesperada e assustadora em diversos sentidos por toda parte do mundo. Essas mudanças ainda estão se manifestando diariamente a ponto de especialistas de diversas áreas do mercado afirmarem que, o normal agora será um novo normal.

O coronavírus trouxe uma sequência de efeitos diretos e indiretos para a sociedade no mundo todo e principalmente para o mercado de trabalho. Ao mesmo tempo que todos buscam se proteger dentro de suas casas, a busca por soluções tecnológicas que possibilitem a retomada dos trabalhos com segurança se intensifica por todo planeta.

Em meio a uma quarentena adotada igualmente em quase todos os países do mundo, um fenômeno de aceleração tecnológica aconteceu.

Hoje, estamos vivendo tempos realmente diferentes e dentro desta diferença, temos as tecnologias que fazem parte do novo normal.

A tecnologia sensorial no novo normal.

Em meio a diversas incertezas, uma unanimidade entre empresários e colaboradores, é de que precisamos seguir trabalhando. Entendendo essa necessidade e com intuito de manter suas atividades, empresas de setores diferentes, se moveram rapidamente para implantar o home office, para que seus funcionários não corressem riscos de contaminação. Porém, embora essa nova tendência funcione para muitas empresas, para outras, apenas o home office não funcionaria. Boa parte das empresas, não conseguem ter suas operações de trabalho supridas com seus colaboradores trabalhando apenas de suas casas.

Por isso, ao passo que gestores de empresas passaram a ficar de olho nos gráficos de resultados que estavam caindo, tiveram que ficar atentos também, às novas soluções que poderiam ajudar na retomada das atividades.

Novas maneiras de usar antigas tecnologias, surgiram pelo mundo. Uma das primeiras tecnologias a serem utilizadas, foi a tecnologia sensorial. Tão utilizada em nosso dia a dia em lugares comuns como portas de shopping e em residências com as luzes com sensor de movimento. Essa foi uma das primeiras tecnologias a ser adotada para a criação de uma solução bastante eficaz, as cabines de desinfecção. Esse equipamento vem ajudando muitas Instituições a seguirem com suas atividades e sendo um aliado contra a proliferação do vírus coronavírus.

Uma das empresas que mais apostou nessa novidade aqui no Brasil foi a AMBEV. A empresa instalou diferentes modelos de túneis e cabines de desinfecção em suas bases em diferentes estados. Umas das filiais que receberam essa solução, foi a AMBEV filial vidros no Rio de Janeiro e também a AMBEV de Águas Claras do Sul no Rio Grande do Sul.

 

 

As cabines de desinfecção são máquinas que tem como objetivo, ajudar na prevenção do coronavírus e trazer maior segurança para os seus usuários. (Clique aqui para conhecer mais sobre cabines de desinfecção)

Câmera térmica. O equipamento aliado ao combate do coronavírus.

Outra tecnologia que vem sendo uma solução de prevenção a proliferação do coronavírus, é a tecnologia de reconhecimento facial aliada à tecnologia termográfica e a tecnologia de detecção de objetos. Essas tecnologias unidas, deram origem às câmeras termográfica que já estão sendo utilizadas por algumas não somente no exterior mas no Brasil também. Esses equipamentos fazem o reconhecimento facial de pessoas e medem a temperatura do usuário que se aproxima da câmera e tem este processo efetivado em segundos.

 

 

Apesar de estar sendo uma novidade recente, as câmeras térmicas já são uma realidade a algum tempo em países como China, Japão e EUA. Uma das vantagens deste equipamento, é que não é necessário que uma pessoa esteja fazendo o procedimento de aferição de temperatura dos colaboradores. A câmera térmica, além de fazer o reconhecimento facial e aferir a temperatura, pode detectar se o usuário está utilizando máscara de proteção. E tudo isso ao mesmo tempo sem que a pessoa perca tempo. Desta forma, o nível de cuidado e de prevenção do ambiente é elevado e traz mais confiança aos colaboradores . (Conheça as câmeras térmicas Techno Care)

A retomada das atividades no novo normal.

Essas antigas tecnologias, farão parte do novo normal igualmente ou tanto quanto as máscaras de de proteção e o álcool gel. Estes novos equipamentos, certamente irão modificar completamente os ambientes e seus acessos. Muito provavelmente, além das grandes empresas, lojas, restaurantes e escolas, irão necessitar de algumas dessas tecnologias entre outras que aos poucos vão surgindo para trazer a possibilidade de maior segurança contra este que se transformou no inimigo invisível mundial de todos.

 

É claro que apenas o uso dessas soluções não é o suficiente para a prevenção do problema. Entretanto, quando pensamos que locais como faculdades e escolas, que normalmente detém um grande número de pessoas e que em algum instante necessitam retomar as atividades precisam se sentir com o mínimo de segurança, esses equipamentos serão muito válidos para auxiliar na retomada das atividades neste novo normal.

Por fim, é importante dar atenção para todas as soluções que podem ser um escudo a mais para auxiliar na prevenção à proliferação do coronavírus. A tecnologia é uma aliada que vai realmente transformar nosso dia a dia como já vem fazendo a muito tempo e sobretudo com certeza, fará parte deste novo processo de retomada de atividades.