Curiosidades sobre o espaço: 7 fascinantes descobertas sobre a via láctea!

universo

Um lugar infinito que se expande a todo momento, milhões de estrelas que estão a anos luz de, distância planetas maiores que a Terra, galáxias ainda não descobertas com seu universo próprio.

A Via Láctea, com certeza, é um lugar deslumbrante repleto de mistérios e curiosidades que cercam ao seu redor. Nesse artigo, você vai descobrir quais são os 7 principais Curiosidades sobre o espaço possuem, e talvez você nem saiba.

Vamos lá? Boa leitura

1- Rússia pretende enviar dois turistas para o espaço

curiosidades sobre o espaço foguete

Isso mesmo! Daqui um ano, em 2023, a Roscosmos revela que mais outros dois turistas espaciais poderão ir a ISS a bordo da espaçonave Soyuz.

Conforme o vice diretor geral, Sergey Saveliev, a agencia já tem os seus clientes comerciais e devem ser anunciados ainda neste ano

Em um futuro próximo, segundo o vice-diretor, será assinado um acordo com os dois turistas, mas, como os assentos da espaçonave russa já estão ocupados, eles só poderão ir ao espaço a partir de 2023 — ano em que a Roscosmos pretende realizar uma caminhada espacial na ISS com outros dois turistas.

Fonte: Canal Tech

2- O espaço compromete a saúde dos astronautas?

astronauta da nasa
Astronauta da Nasa, Mark Vande Hei Fonte: Pplware

A Nasa, agência espacial americana, anunciou que a operação de caminhada lunar foi cancelada devido a um acidente: o astronauta Mike Vande Hei teve um nervo comprimido em seu pescoço.

Em nota, a NASA informou que o nervo comprimido de Vande não foi considerado uma urgência médica, mas seria inviável a realização de uma tarefa tão complexa quanto a que ele executaria.

Um nervo pode ser comprimido quando a pressão nos tecidos ao redor de um nervo atrapalha suas funções normais e isto pode causar dor, dormência e fraqueza. Com o tratamento adequado, a pessoa se recupera em questão de alguns dias.

Fonte: Canal Tech

3- Técnica para reduzir o estresse através de plantas

plantas que simbolizam as curiosidades no espaço

Com certeza, o universo é um lugar misterioso, silencioso e muito solitário. E até por isso, a NASA vem realizando uma pesquisa que consiste em avaliar o crescimento das plantas nas condições estressantes da microgravidade e alterações genéticas que as tornem mais adaptadas ao espaço.

As sementes para o estudo serão lançadas na próxima missão de reabastecimento da SpaceX, a CRS-23, prevista ainda para este mês. Elas foram colocadas em um meio de ágar (um material gelatinoso) em placas de Petri e agora aguardam pela viagem espacial.

Os resultados obtidos no estudo serão armazenadas no banco de dados GeneLab, da NASA, para que outros pesquisadores comparem os resultados de seus respectivos trabalhos.

“É importante entender os fatores biológicos fundamentais que afetam as plantas e como elas crescem na microgravidade”, disse Lucy Orozco, responsável por coordenar todas as atividades do APEX-08.

Fonte: Canal Tech

4- Rússia adia para 2022 sua primeira missão lunar em 45 anos

foto em que mostra a lua

Depois de mais de 40 anos, a Rússia finalmente irá voltar com a sua missão lunar com o objetivo de coletar amostras do nosso satélite natural para, enfim, voltar para a terra.

Entretanto, a retomada do pais estava programada para acontecer em Outubro desse ano, porém, devido a problemas identificados durante os testes da sonda, a missão foi reajustada para 2022.

A Luna-25 será lançada para investigar o polo sul lunar com foco no gelo subterrâneo existente por lá. Segundo Lev Zelenyi, consultor científico do Instituto Russo de Pesquisa Espacial, este é só o começo, já que nosso satélite natural será o foco do programa do país para a próxima década.

Hoje, a Rússia é mais um dos países a integrar uma corrida pelo envio de missões ao nosso satélite natural, e essa disputa ficou ainda mais acirrada com a missão chinesa Chang’e 5 que, em dezembro de 2020, trouxe para a terra as primeiras amostras lunares coletadas desde 1976.

Fonte: Canal Tech

5- Em Marte, Rover ficará pausado por 50 dias

rover na lua

Enquanto os humanos ainda não conseguem se aventurar em Marte, os pequenos robozinhos chamados de Rover caminham pelo planeta vermelho em busca de amostras ou descobertas que ajudam os estudos globais.

Entretanto, a agencia espacial chinesa com seu rover, Zhurong, será suspensa por aproximadamente 50 dias devido à posição de Marte e do nosso planeta em relação ao Sol. 

Neste período, entre o inicio de Setembro e final de Outubro, Marte e a Terra estarão em lados opostos do Sol, em posições que formam uma linha reta. Assim, a interferência eletromagnética da nossa estrela irá interromper temporariamente as comunicações. 

A boa notícia é que, caso esses fenômenos aconteçam, o rover Zhurong não deverá ser prejudicado porque foi projetado com material resistente à poeira, e seus painéis solares são capazes de “sacudir” para limpar a superfície de eventuais partículas.

Fonte: It Home

6- China e seu projeto de nave que poderá medir 1 km

foguete simbolizando as curiosidades no espaço

Você já pensou em como seria uma nave de 1 km? Pois é, essa está sendo uma ideia que, por incrível que pareça, os chineses estão desenvolvendo para tira-la do papel.

O gigante pais asiático está trabalhando no projeto de uma nave que pode chegar a 1 km de extensão. Essa nave teria grande capacidade de armazenar recursos, permitindo a estadia em órbita durante longos períodos e, assim, contribuindo para a exploração espacial.

Da mesma forma, a nave gigante teria que ser construída através do design modular estrutural, com lançamentos múltiplos e construção realizada diretamente no espaço, já que seria pesada e grande demais para ser lançada de uma só vez.

Por enquanto, o projeto ainda é uma “pré-pesquisa”, ou seja, está em uma etapa que envolve vários cálculos e pode levar um longo tempo para sair do papel. Mesmo assim, algumas características já podem ser adiantadas:

A super nave iria precisar de uma estrutura leve, que reduza ao máximo a quantidade de lançamentos para a construção e os custos envolvidos. Além disso, a estrutura teria que ter projeto controlável, que permita controle de deformação e de vibração.

Entretanto, este é um projeto de ambição tão grande quanto o tamanho da nave que propõe, o que não significa, necessariamente, que seja impossível de executar — afinal, a Estação Espacial Internacional, que mede cerca de 110 m, mostra que grandes estruturas podem, sim, ser montadas em órbita.

Fonte: Canal Tech

Bônus: 7- Space adventure: Uma viagem produzida pela Techno Motion